voltar

Grávida pode pintar o cabelo?

Saiba que tipo de tintura é permitido durante os nove meses:



Tinturas permanentes



Para colorir o cabelo de forma duradoura, é preciso utilizar corantes permanentes. Mas esses produtos contêm amônia, que tem sua utilização regulamentada por uma resolução da Anvisa. Nenhum deles pode conter mais de 6% da substância, sendo que quantidades que ultrapassem o nível de 2% devem estar explícitas no rótulo, com a etiqueta “contém amônia”. Mesmo tinturas que apresentam baixas concentrações são proibidas durante a gravidez.






Tinturas temporárias



Em geral, constituídas por ingredientes sem amônia, os tonalizantes à venda em farmácias são permitidos após o terceiro mês de gestação. No primeiro trimestre, é melhor evitá-los, por se tratar de um momento crítico. Antes de comprar, é importante verificar seus componentes no rótulo para confirmar a ausência de amônia e também de iodo, além de checar se há selo de liberação da Anvisa na embalagem. A henna é uma alternativa mais natural, que também pode ser utilizada após o terceiro mês.






Descoloração, luzes e reflexo



Água oxigenada e outras substâncias empregadas nesses procedimentos podem ser usadas depois do terceiro mês. O melhor é dar preferência para as luzes com touca ou para os reflexos que são feitos somente nas pontas dos fios (da metade para baixo), evitando, dessa forma, o contato com o couro cabeludo. É importante levar em conta que muitos desses cosméticos têm um forte odor, o que pode ser insuportável para algumas grávidas, provocando mal-estar.

especificação

Data27/03/2019
AutorRenata Reps