Gravidez: como substituir desejos calóricos por opções saudáveis - Mais Abraços
voltar

Gravidez: como substituir desejos calóricos por opções saudáveis

A ideia de que a grávida deve comer por dois não passa de mito. Muitas pessoas já têm consciência de que, nesse período, a alimentação deve ser balanceada, saudável e sem exageros, para o bebê se desenvolver da melhor forma possível. Afinal, excesso de peso não é sinônimo de saúde. Mas que gestante nunca sentiu aquela vontade irresistível de atacar uma caixa de bombom ou devorar meio pote de sorvete?



Cada mulher deve engordar de maneira diferente durante a gravidez – isso varia de acordo com o peso antes da concepção. No entanto, uma coisa é certa: sempre é bom evitar alimentos industrializados e gordurosos, que acabam sendo calóricos e nada saudáveis. A seguir, veja dicas da nutricionista funcional com foco em gestantes Maria Flávia Sgavioli, da Estima Nutrição (SP), e descubra como substituir as tentações.





Sorvete



Sabe aquele sorvete de massa bem docinho e cremoso, que dá água na boca só de pensar? Ele é cheio de conservantes, corantes e adoçantes, além de ter muita gordura hidrogenada. Por isso, é bom evitar. A recomendação é trocá-lo por um sorvete caseiro fácil de fazer, com frutas. Elas têm fibras, minerais e vitaminas, além de darem a sensação de saciedade. Confira uma receita:




Sorvete de banana

1 banana sem casca, cortada em rodelas

Morangos

Cacau em pó (a gosto)

Como fazer

Leve a banana ao freezer. Quando estiver congelada, bata com os morangos e o cacau. Sirva a seguir.




Doces



Mousse, pudim, torta, brigadeiro, pavê... Se a vontade de doces está grande, lembre-se de que a quantidade de açúcar e gordura que eles contêm também é enorme! Tente substituí-los por receitas mais leves e com ingredientes naturais, como estas:




Mousse de abacate

1/4 de abacate bem maduro, quase passado

Cacau em pó (a gosto)

Chocolate 70% derretido (a gosto)

Como fazer

No liquidificador, bata o abacate com o cacau em pó e o chocolate 70%. Deixe no freezer por 4 horas e sirva.



Creme de papaia leve

1 fatia de mamão papaia

1 pote de iogurte

1 colher de sopa de chia (a gosto)

Como fazer

No liquidificador, bata o mamão com o iogurte e a chia. Sirva a seguir.




Pizza



O alimento costuma fazer parte da rotina de muitas famílias, mas o ideal seria que o consumo da pizza fosse uma exceção – apenas uma vez por mês, por exemplo. Para enganar a vontade sem pesar a consciência, tente fazer bruschettas com pão integral ou ainda uma minipizza utilizando massa de wrap. Para o recheio, aposte em mussarela de búfala com tomate-cereja ou atum.




Batata frita



Nem é preciso dizer que, apesar de irresistível, o prato é cheio de óleo e sal, o que não é nada positivo para a saúde cardiovascular, especialmente na gravidez. Troque por chips de batata doce ou mandioquinha. As duas não têm índice glicêmico alto, são cheias de fibras e ajudam a reduzir a compulsão por doces. Para fazer, basta lavar, descascar, cortar em rodelas bem finas e levar ao forno por cerca de 30 minutos, em uma assadeira forrada com papel alumínio. Lembre-se de arrumar as rodelas separadas umas das outras para não grudar.





Salgadinhos



Bateu aquela vontade de beliscar salgadinhos e bolachas no meio da tarde? Fuja deles. Prefira as sementes, como de girassol e abóbora, ou ainda as castanhas. Elas têm proteínas e são cheias de nutrientes benéficos para mãe e filho.

especificação

AutorMaria Clara Vieira, Crescer
Data27/03/2019