Detecção precoce de autismo

Autismo: detecção precoce.

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Terça-feira 20 Outubro, 2020 // #saude, #cuidados, #filhos

AUTISMO: DETECÇÃO PRECOCE

Ao contrário de outros distúrbios, o autismo não se manifesta de forma clara e vigorosa, ainda mais no estágio em que seu bebê se encontra. No entanto, existem sinais aos quais você deve estar atenta para identificar quaisquer sintomas de desenvolvimento incomum em seu bebê.

Em alguns casos, os sinais são mais evidentes do que em outros, os quais estão relacionados a um atraso nas habilidades que um bebê normal deveria desempenhar corretamente, segundo sua idade, como a fala. Por outro lado, existem sinais que podem passar despercebidos. Por isto, compartilharemos aqui para que você os conheça.

Diferenças sociais no caso da criança com autismo: 

  • Mantem pouco ou nenhum contato visual;
  • Não responde ao sorriso ou a outras expressões faciais dos pais;
  • Não olha para objetos ou eventos para os quais os pais estão olhando ou apontando;
  • Não aponta para objetos ou eventos, para fazer os pais olharem para ele;
  • Não leva itens de interesse pessoal para mostrar aos pais;
  • Não costuma apresentar expressões faciais adequadas;
  • É incapaz de perceber o que os outros estão pensando ou sentindo ao observar suas expressões faciais;
  • Não demonstra preocupação (empatia) pelos demais;
  • Não consegue fazer amigos ou não se interessa por fazê-lo.

Diferenças de comunicação no caso da criança com autismo:

  • Não aponta para as coisas a fim de indicar necessidades ou compartilhar coisas com outras pessoas;
  • Não fala palavras soltas aos 16 meses;
  • Repete exatamente o que os outros dizem sem entender o significado (o que geralmente recebe o nome de repetição mecânica ou ecolalia);
  • Não responde quando chamado pelo nome, mas responde a outros sons (como a buzina de um carro ou o miado de um gato);
  • Refere a si mesma como "você" e aos outros como "eu" e pode misturar pronomes;
  • Muitas vezes parece não querer se comunicar;
  • Não consegue iniciar ou continuar uma conversa;
  • Não usa brinquedos ou outros objetos para representar pessoas ou a vida real em jogos simulados;
  • Pode ter boa memória, especialmente para números, letras, músicas, comerciais de TV ou um tópico específico;
  • Pode perder a linguagem ou outras conquistas sociais, geralmente entre 15 e 24 meses (o que é denominado de regressão).

Señales para detectar el autismo

Diferenças de comportamento (comportamentos repetitivos e obsessivos) em uma criança com autismo:

  • Balança, gira, torce os dedos, anda na ponta dos pés por um longo tempo, agita as mãos (comportamento denominado "estereotipado");
  • Prefere rotinas, ordem e rituais; tem dificuldades para fazer alterações ou para fazer a transição de uma atividade para outra;
  • Obcecada por algumas atividades incomuns, que ela faz repetidamente durante o dia;
  • Brinca com partes de brinquedos em vez de brincar com o brinquedo inteiro (por exemplo, gira as rodas de um caminhão de brinquedo);
  • Parece não sentir dor;
  • Pode ser muito sensível ou não ter sensibilidade a cheiros, sons (ruídos), luzes, texturas e toque (contato);
  • Olha ou contempla, de forma incomum, observando os objetos de ângulos pouco comuns.

Vale ressaltar que muitos dos sintomas você não conseguirá avaliar até que seu bebê cresça um pouco, sendo, porém, importante que você os identifique para estar preparada para o futuro. Da mesma forma, seu instinto e observação são essenciais no sentido de detectar o autismo. Portanto, não hesite em consultar o pediatra do seu filho se tiver alguma dúvida sobre o seu desenvolvimento.