Bebês intolerantes ao glúten

A intolerância ao glúten pode ser identificada em bebês?

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Terça-feira 20 Outubro, 2020 // #alimentação, #saude, #cuidados

A INTOLERÂNCIA AO GLÚTEN PODE SER IDENTIFICADA NOS BEBÊS?

Não se pode falar em doença celíaca sem falar em alimentos sem glúten, pois essa condição consiste basicamente em uma intolerância à proteína do trigo, cevada e aveia, mais conhecida como glúten.

Mas o que significa ser celíaco?

Essa intolerância faz com que as pessoas com doença celíaca sofram uma má absorção de nutrientes, o que pode levar à desnutrição e outras doenças digestivas.

Essa condição é cada vez mais recorrente na sociedade e, prova disto, é o surgimento de novos produtos alimentícios com a legenda “sem glúten”. Com isto em mente, saber se essa intolerância pode ocorrer em seu pequen@ é importante, uma vez que sua alimentação durante os primeiros anos é muito importante.

Não existe uma idade específica em que esse problema apareça, ele pode surgir tanto na idade adulta quanto desde o nascimento. No caso de bebês que não falam, um cuidado especial deve ser tomado e monitorado para possíveis sintomas que possam ocorrer. Não são sintomas exclusivos, mas podem ser confundidos com uma grande variedade de doenças estomacais e digestivas.

 

Intolerancia al gluten desde pequeños

Os sintomas mais comuns sofridos por bebês e crianças com a doença celíaca sempre aparecerão após o consumo de alimentos com glúten. Então, você deve procurar os seguintes sinais: 

  • Vômitos ou diarreias frequentes, com um cheiro muito ruim ou espessas;
  • Atraso no crescimento;
  • Distensão abdominal;
  • Fadiga sem motivo aparente, mudanças de temperamento e introversão;
  • Transtornos como dislexia, hiperatividade e autismo;
  • Diminuição do número de leucócitos;
  • Problemas com a coagulação do sangue;
  • Aumento de plaquetas no sangue;
  • Defeitos nos dentes e no esmalte dentário.

Se o seu filh@ apresentar um ou mais desses sintomas, você deve ir ao pediatra e dizer a ele que suspeita que seu bebê possa ser celíaco. Para diagnosticar a doença, são necessários exames de sangue e biópsia intestinal.

Se o resultado for positivo, não se assuste. Não há nada de errado e seu filh@ ficará bem. Na verdade, quanto menor ele for quando detectado o mal, melhor; não só para sua saúde, mas também sua consciência sobre a doença.