Mamãe trabalhando com seu bebê no colo

Chegou a hora de voltar ao trabalho após o nascimento do bebê. E agora?

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Sábado 4 Janeiro, 2020 // #crianca, #parto, #recem-nascido, #bebe

Embora voltar ao trabalho seja um processo diferente para cada mulher, sempre é possível encontrar uma maneira de manter o equilíbrio entre as atividades profissionais e a família.

A seguir, 3 opções para equilibrar estes valiosos aspectos da sua vida:

Negocie um horário flexível ou meio período de trabalho

O truque está em ser proativa, pense no seu papel e nas tarefas que você realiza. Você poderia realizar estas tarefas em meio período ou com horários flexíveis? Prepare o seu caso com antecedência e fale com o seu chefe. Se chegarem a um acordo, estabeleçam um horário e não caia na armadilha de excedê-lo ou compensar o tempo nos seus dias de descanso. Um trabalho de meio período significa que você recebe em função do que trabalha, assim que não se sinta culpada.

Negociar um horário flexível

Trabalhe de casa

Você é o tipo de pessoa que pode trabalhar desde casa? Se você for rígida com o seu tempo, organizada, apaixonada e as tarefas de casa não a distraírem, trabalhar de casa pode ser a solução para você. A principal vantagem é que você poderá estar mais perto do seu filho, a desvantagem é que as crianças pequenas ainda não sabem de horários, portanto continuarão a pedir atenção, ainda que você esteja trabalhando. Talvez a melhor opção seja combinar os serviços de uma creche com o trabalho desde casa, isto permitirá que vocês passem mais tempo juntos sem descuidar das suas atividades profissionais.

Busque um novo trabalho

Ainda que cada vez mais companhias tenham esquemas e horários de trabalho flexíveis, não é o caso de todas ou nem todas as profissões permitem dita flexibilidade. Se não for possível negociar um horário flexível ou a diminuição da sua jornada de trabalho, não fique frustrada, você sempre pode tentar algo novo que, além disso, permitirá você fixar os seus próprios horários: empreender um negócio, oferecer serviços profissionais como freelance ou, se você for boa ensinando e gostar de dividir o que faz, dar aulas de meio período pode ser uma opção. 

Sem dúvida, se tornar mãe é uma das mudanças mais emocionantes nas nossas vidas, mas esta mudança não significa de nenhuma maneira que todo o resto passe para segundo plano. Algumas mamães podem sentir-se mal por “deixar os seus filhos” para voltar ao trabalho, mas não tem por que ser assim. Lembre-se que as crianças aprendem do seu entorno e ver a mãe sendo toda uma profissional no que mais a apaixona sempre será um grande modelo a seguir para elas.