Mamãe cuidando e dando papinha para sua bebê

Bebê de 6 meses: como fazer a introdução alimentar

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Sexta-feira 3 Dezembro, 2021 // #alimentacao, #solidos, #introducao, #bebe, #estimular, #saude

O aleitamento materno é recomendado – de forma exclusiva – até o sexto mês de vida. Em um bebê de 6 meses, o sistema digestivo já está pronto para receber os primeiros alimentos sólidos, por isso é hora de pensar na introdução alimentar.

Leia também:

10 dicas para evitar acidentes domésticos com bebês e crianças


Saiba o que acontece com o bebê dos 13 aos 18 meses

Dicas para garantir a segurança dos bebês em passeios

“Não há regra nem receita. A introdução alimentar deve ser feita de forma gradual. Costumamos dizer que é preciso paciência, orientação de um profissional especialista no tema e paciência, calma e tolerância dos pais”, afirma Fernanda Rabelo, supervisora da equipe de nutrição do Sabará Hospital Infantil, em São Paulo.

Uma dica é começar a apresentação dos alimentos sólidos pelas frutas, oferecendo-as amassadas ou raspadas. “Dê preferência para as frutas da sua região e as da safra. As frutas da estação são sempre mais frescas e saborosas, além de terem um custo melhor”, diz Fernanda.

Alimentos amassados ou raspados

Na sequência, some à oferta da fruta uma refeição principal, almoço ou jantar, como for melhor para a família. Essa refeição deve conter um alimento do grupo de cereais, raízes ou tubérculos, um do de leguminosas, um ou mais do de legumes e verduras e um do de carnes e ovos.

Assim como feito com a fruta, os alimentos devem ser amassados ou raspados (com garfo ou colher). Não use mixer nem liquidificador. Por volta do nono mês da criança, ela já deve estar comendo alimentos na mesma consistência que o resto da família, segundo Fernanda.

De acordo com a especialista, os pais devem ir adequando as texturas ao desenvolvimento do bebê, considerando que, “mesmo sem a dentição completa, a gengiva dele é bem rígida e capaz de triturar os alimentos”.

Nada de sal nem de açúcar

A introdução alimentar do bebê é um bom momento para a família rever seus hábitos para ter uma alimentação mais saudável. Como? Privilegiando assar e cozinhar como formas de preparo, por exemplo. Outro ponto de atenção é a hora de temperar. A criança não deve consumir sal até ter um ano. Depois disso, ele está liberado, desde que sem exagero (e deve ser assim para todos na casa). No começo, sem poder usá-lo, aposte nas ervas frescas, como salsinha, cebolinha e manjericão, e nas especiarias, como noz-moscada e páprica.

Na hora de preparar, também resista ao costume bastante difundido há uns anos de misturar vários ingredientes a ponto de nenhum ser reconhecível. “O ideal é que sejam oferecidos alimentos isolados. Ofertando-os dessa maneira temos texturas diferentes, sabores específicos e muitas cores, o que favorece o desenvolvimento dos sentidos, estimulando-se, assim, visão, olfato, tato e paladar”, fala Fernanda.

Já o açúcar deve ficar fora da dieta da criança até os dois anos de idade. E se você está se perguntando se é possível adoçar com mel, a resposta é não. O alimento também não deve ser consumido até o segundo ano de vida por dois motivos. O primeiro é o risco de estar infectado pela bactéria Clostridium botulinum, e Fernanda complementa com o segundo: “por ser muito doce, pode interferir para a formação de um paladar preferencialmente doce no bebê”.

Do leite materno aos alimentos

Dicas para facilitar a introdução alimentar

Mesmo cheios de informação e boas intenções, os pais podem se deparar com muitas recusas por parte do filho. Por isso, é bom voltar ao começo deste texto e lembrar que a introdução alimentar exige paciência por parte dos adultos cuidadores.

“Cada criança tem seu tempo de adaptação. Se ela recusar determinado alimento, deve-se oferecer novamente em outras texturas, formas e apresentações”, explica Fernanda.

Algumas dicas podem ajudar a tornar o momento da refeição mais tranquilo. Veja a seguir:

  • Inicie com os alimentos de que a criança mais gosta;
  • Deixe a criança se alimentar com o auxílio das mãos, pegando pedaços maiores sozinha;
  • Coloque a criança para comer na mesa, com a família.

É difícil manter a angústia sob controle ao ver que o bebê não come, mas, primeiramente, tranquilize-se. Ainda que esteja comendo, o leite materno – preferencialmente e, na ausência dele, a fórmula – ainda será a principal fonte de alimento da criança no início desse processo.

Por se tratar de uma fase de adaptação, não coloque expectativas sobre a quantidade. “Ofereça pequenas porções e vá aumentando de acordo com o apetite demonstrado pela criança”, explica Fernanda. Na dúvida sobre a melhor estratégia para seu filho, não hesite em consultar o pediatra que o acompanha.

Por fim, a introdução alimentar não deve eliminar o aleitamento materno. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), este é indicado até os dois anos ou mais.

* A especialista consultada sobre esta matéria foi ouvida como fonte jornalística, não se utilizando do espaço para a promoção de qualquer produto ou marca.

# 2D # 3D # 2-semana # 3-meses # abdominal # acalma-lo # acne # acucar # afeto # ágil # agilidade # alimentacao # alimentação # alimento # alimentos # amamentacao # amigos # amor # anemia # anestesia # ansiedade # apoio # aprendendo # aprender # arroto # asfixia # atividade-fisica # autoestima # baba # bebe # bebê # bebe-recem-nascido # bebes # beleza # bem-estar # beneficios # bolo # bolsa # bonita # brincadeira # burnout # cabelo # cadeirinha # calcio # calma # canal # cansaco # cansada # carinho # carreira de mãe # carrinho # casais # catapora # cefalica # celulas-tronco # cerebral # cesarea # cesaria # cesariana # cha-bar-de-bebe # cha-de-bebe # cha-de-bencao # cha-de-fraldas # checklist # choro # cirurgias # coceira # colestase # colestase-gestacional # colicas # colostro # comemoracao # comida # compahia # complicacoes # comunicacao # comunicar # contracao # contracoes # convites # cordao # cordao-umbilical # corpo # cosmeticos # creche # crescimento # crianca # criança # cuidados # data # decoracao # decoração # defesas # dentes # dentista # depois-dos-40 # depressao # dermatite # desapego # descolamento-de-placenta # desejos-sexuais # desenvolvimento # desenvolvimento infantil # diabetes # diabetes-gestacional # diastase # dicas # dieta # diferente # disciplina # disney # doencas # doencas-infecciosas # doente # dor # dores # dormir # doula # ebook # ecografia # e-commerce # economia # economizar # eczema # educacao # educação-positiva # emocao # emocoes # empreendedorismo # emprego # empresa # engravidar # episiotomia # estagios # estimulacao # estimular # estomago # etapas # exercicio # exercício # exercicios # expulsao # fala # familia # fases # fatiga # fator-rh # faxineira # ferro # fertilização-in-vitro # festa # feto # ficas # figado # filho # filhos # finanças # fisioterapia-pelvica # forceps # formula # fralda # fraldas # futuri # gases # genero # gentileza # gestacao # gestação # gestacao-multipla # gestacoes # gestante # gestantes # gravida # gravidas # gravidez # gripe # hemorragia # higiene # higieni # higienizacao # hiperemese-gravidica # historia # historias # home office # humor # idade-gestacional # ideias # ikigai # incomodo # inducao # infantil # infeccao # inovação # introducao # introducao-alimentar # iodo # irmao # lembranças # lembrancinhas # licenca-maternidade # licença maternidade # limpeza # linguagem # liquido # liquido-amniotico # loja # mae # maisalegria # mamilos # manchas # marketing digital # massagem # massagens # maternidade # medicacao # menina # menino # menosestresse # menstruacao # momentos # motoras # movimentos # mucoso # mudanca # mudanças # mudar # mulher # mulheres # multipla # nariz # nasal # nascimento # naturais # natural # noite # nome # nona # normal # nutrição # nutrientes # oportunidades # pai # parto # parto-multiplo # parto-natural # parto-vagina # passinho # paternidade # paternidade ativa # pediatricas # pele # peso # placenta # planejamento # planejamento financeiro # podcast # posicao # pos-parto # pós-parto # prematuro # pre-natal # pré-parto # pre-parto # presentes # propósito # puerperio # pulmoes # quantidade # quero-engravidar # recem-nascido # recem-nascidos # recuperacao # rededeapoio # refluxo # relato # relaxoes-sexuais # repouso # respiracao # respirar # rh # rifa # riscos # rotina # roupas # sal # sangramento # sangramento-de-implantacao # sangue # saudavel # saude # saúde # segundo # segundo-trimestre # seguranca # segurança # seios # semana # sensacoes # sentidos # sexo # sexual # sharenting # sinais # sintomas # socializacao # solidos # sono # sonolencia # sujeira # suplementacao # sustentavel # tamaho # tampao # tempo # tentante # tornar-se # trabalhar # trabalho # trabalho-de-parto # trabalho-parto # transicao # transplante # tratamentos # trauma # troca # troca-de-fraldas # ultrassom # unhas # urticaria # utero # vacina # vagina # varizes # veia # verão # violencia-obstetrica # virtual # virus # vitaminas # vitamina-s # vomitos