Bebê menina se prepara para saborear deliciosa e nutritiva salada de frutas

Conheça alguns cuidados a tomar ao congelar os alimentacao do seu bebê

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Quinta-feira 19 Março, 2020 // #saude, #alimentacao, #cuidados

Uma das principais vantagens de congelar os alimentos do seu bebê é que ao conservá-los desta maneira as suas propriedades nutricionais, como vitaminas e minerais, se mantém quase intactos. Além disso, manter uma reserva de comidas congeladas para o seu bebê é muito prático, pois ajuda você a economizar tempo.

Quando você prepara a comida para o seu bebê recomendamos que seja consumida dentro de 48 horas, de outro modo, a melhor opção é congelá-los.

Neste artigo daremos algumas dicas para congelar e descongelar os alimentos de forma 100% segura para o bebê.

Benefícios de congelar os alimentos

Conheça alguns cuidados a tomar ao congelar os alimentos do bebê

  • Congele os alimentos que você cozinha em porções pequenas (aproximadamente 30 g), desta maneira será descongelado apenas o que o seu bebê consumirá.
  • De preferência use pequenos recipientes de vidro, já que estes podem ser esterilizados.
  • Ponha uma etiqueta com a data em que você preparou e congelou a comida.
  • Congele os alimentos no mesmo dia no qual foi preparado. As comidas quentes, como os purês, devem esfriar antes de serem congeladas.
  • Evite usar frascos com tampas metálicas, uma vez que o alumínio poderia se oxidar e contaminar os alimentos.
  • Se você congelar papinhas de fruta, guarde-as imediatamente depois da preparação para diminuir ao máximo a perda de vitaminas e acrescente umas gotinhas de limão para compensar esta perda. Além disso, o limão tem propriedades antioxidantes que farão com que a papinha não escureça tanto ao descongelar.
  • Sempre que forem congelados adequadamente, as papinhas e purês podem ser conservados congelados por até 3 meses.

Descongele os alimentos do bebê no fogão ou geladeira

  • Tire-os do congelador e deixe-os na geladeira uma noite antes, desta maneira no dia seguinte estarão prontos para esquentar e serem oferecidos ao seu bebê.
  • Esquente os alimentos diretamente no fogão ou usando a técnica de banho-maria. Evite usar o micro-ondas, já que o calor que produz descongela ao mesmo tempo que cozinha os alimentos, o que faz que percam nutrientes importantes.
  • Assegura-se de esquentar uniformemente os alimentos, pois a comida mal esquentada rapidamente se converte em um ambiente ideal para as bactérias.
  • Nunca volte a congelar as sobras das porções que o seu bebê não comer.