Bebê sentado com o dedo na boca

Melhore a alimentação do seu filho

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Sábado 4 Janeiro, 2020 // #filhos, #bebe, #alimentacao

Pode ser que ele ache a aparência e o cheiro das comidas desagradáveis, ou talvez veja outros membros da família e seus companheiros da creche recusando-se a comê-la e se pergunte: “Por que eu sim devo comer isso?”. Recusar-se a comer certos alimentos, pode estar relacionado com muitas razões: nascimento de dentes (que causam alguns incômodos) ou simplesmente que não tenha apetite naquele momento, são alguns desses fatores.

Dicas para ajudá-lo a experimentar novos aliemntos

Como fazer com que meu filho prove novos alimentos?

  • Ajude seu filho a ter uma alimentação balanceada. Primeiro, lembre-se que embora algumas crianças pequenas possam escolher qual roupa vestir, ela ainda não está pronta para escolher os seus próprios alimentos. Se o seu filho tiver algum alimento preferido, tudo bem que o consuma, mas não deve se tornar o único no seu cardápio. Não se renda se ele diz “não” a algo novo, talvez mude de opinião quando você tentar novamente.
  • Se o seu filho sempre tem uma mamadeira cheia de leite ou algo a seu alcance, isto pode fazer com que ele perca o apetite. Começar a diminuir o uso da mamadeira, poderia ajudá-lo a se interessar por outros alimentos.
  • Forçar uma criança para que coma, não é o recomendado. Tente estabelecer uma boa rotina para a hora da comida, evitando que comam algo pouco antes da hora das refeições principais, já que estas tendem a ser as mais nutritivas e completas.
  • As crianças podem perder o interesse pela comida, quando comer se torna estressante para elas. Tenha calma e não apresse seu filho enquanto ele come; pelo contrário, ensine-o a comer lentamente: o cérebro tarda até 20 minutos em dizer ao corpo que já foi alimentado o suficiente. Isso também evitará que o seu filho coma em excesso.

Cada criança é diferente, existem muitas razões pelas quais o seu filho pode atravessar uma etapa de repulsa aos alimentos. Geralmente é apenas uma etapa. Mas se você sentir que dura muito tempo, consulte o seu pediatra, ele pode assessorar você para conseguir incluir novos alimentos na sua dieta ou acrescentar um suplemento alimentar, caso considerar necessário.