Liberte-se da culpa

Liberte-se da culpa e seja a mãe que você deseja ser.

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Terça-feira 27 Outubro, 2020 // #emocoes, #maternidade, #dicas

LIVRE-SE DA CULPA E SEJA A MÃE QUE VOCÊ DESEJA SER

Ao se tornar mãe, uma série de emoções passam a fazer parte da sua vida. Muitas delas são extraordinárias, como o incomparável amor e ternura que seu filh@ lhe causa. Porém, a culpa também faz parte dessas emoções e, por isto, é importante conhecê-la e saber como se livrar dela.

A culpa é o resultado de uma série de pensamentos negativos que podem surgir ao se tentar ser uma mãe perfeita. Portanto, esqueça essa ideia. Cada mãe é diferente e única e o objetivo não é a perfeição, mas sim aprender, desfrutar e melhorar a cada dia.

Culpa al convertirse en madre

Além da perfeição, existem outros motivos pelos quais você pode se sentir culpada. Vamos ver quais são:

  • Por ir trabalhar em vez de ficar com seu bebê;
  • Por ficar em casa em vez de trabalhar ou sentir que está negligenciando sua carreira;
  • Por sentir que não está dando atenção suficiente ao seu parceiro;
  • Por pensar que você não é uma boa mãe;
  • Porque, às vezes, você o deixa comer alimentos que não são muito saudáveis;
  • Porque você não gasta tempo suficiente com você mesma.

Você com certeza se identifica com alguns deles, não é? Não se preocupe. Não importa o que faça você se sentir culpada, veja como se livrar da culpa:

  1. Questione o que a faz se sentir culpada: Reflita sobre as outras causas que podem estar por trás do que você sente. Sempre há muitos fatores envolvidos no porquê de algo acontecer ou não. Pense neles. Também faça a si mesma as seguintes perguntas: Por que você está realmente se sentindo culpada? Existe algo que pode ser feito a respeito?
  2. Aja: Se houver algo que a incomoda, algo que lhe causa desconforto, em vez de se sentir culpada, faça algo para mudar isso. Assuma o controle: o que você não gosta ou que faz com que você se sinta mal? Faça um plano para mudar isso. Trocar a sensação pela ação reduzirá o desconforto. Você verá.
  3. Você não é a única responsável pela felicidade do seu filh@: Algumas mães sentem que são as responsáveis ​​pela felicidade de seus filhos, mas a verdade não é justa ou realista: seu bebê é uma pessoa que vai gradualmente aprender a funcionar no mundo. Seu papel é acompanhá-lo e lhe dar muito amor e a liberdade de descobrir sua felicidade por conta própria.
  4. O que é ser uma boa mãe: A resposta, conforme mencionamos anteriormente, é muito subjetiva. O conceito de boa mãe não deve causar conflitos. Esqueça-se de expectativas ou padrões e defina o seu próprio conceito do que é ser uma boa mãe sendo você mesma.

Sentir culpa é algo inevitável. É uma emoção que faz parte do amor e da importância que você dá ao seu bebê. Porém, você deve aprender a lidar com isso e não se deixar paralisar. Algumas vezes, você cometerá erros e não há problema com isso. Às vezes você não se sentirá bem, e não há problema também. Lembre-se de que podemos sempre melhorar e, portanto, concentre sua energia de forma positiva.