Pesadelos e distúrbios do sono em crianças

Não deixe o descanso do seu bebê ser um pesadelo.

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Terça-feira 6 Outubro, 2020 // #bebe, #saude, #cuidados

QUE O BOM DESCANSO DO SEU BEBÊ NÃO SEJA UM PESADELO

Dormir bem é muito importante para o bom desenvolvimento do seu pequen@, pois ajuda ele a construir sua memória e aprendizagem; da mesma forma, dará a ele a energia que precisa no dia para brincar e permanecer ativo. Portanto, você precisa prestar muita atenção ao cuidado de seus doces sonhos. 

Embora a insônia possa aparecer apenas em adultos, os pequenos também podem enfrentar esse problema em virtude de certos distúrbios comuns do sono na infância.

Abaixo, compartilharemos com você para que saiba o que são e como identificá-los.

  • Pesadelos: Este é um dos distúrbios mais comuns e geralmente aparece a partir dos 2 anos de idade. Os efeitos em seu pequen@ são principalmente acordar chorando ou ir ao seu quarto para dormir com você. Acalme-o e explique a ele que não é real o que ele viu em seus sonhos. Também pode ajudar pedindo-lhe para dizer o que ele sonhou, exteriorizando-o e tornando-o consciente, assim vai parar de parecer tão presente enquanto ele está dormindo. Além disto, evite que seu pequenin@ veja ou leia histórias de terror antes de ir para a cama.
  • Terrores noturnos: Estes são mais intensos do que pesadelos, mas menos comuns, e, portanto, podem ser muito desconcertantes. Eles se manifestam com gritos no meio da noite e episódios de confusão onde seu pequeno pode até não lhe reconhecer. A coisa mais comum é que, após o terror noturno, seu pequenin@ volte a adormecer e na manhã seguinte não se lembra de nada que aconteceu. Para combatê-lo, é muito importante identificar o momento em que acontece e acordá-lo 15 ou 30 minutos antes de ocorrer.
  • Sonambulismo: Esta desordem consiste em levantar-se à noite e fazer atividades como parar ou caminhar pela casa enquanto está dormindo, mesmo com os olhos abertos. E, embora geralmente não envolva um grande risco, você precisa tomar as medidas necessárias para evitar qualquer perigo e combater este distúrbio. Não tente acordar seu bebê se ele estiver nesse estado, porque você pode alterá-lo e confundi-lo, apenas delicadamente leve-o para a cama para ele voltar a dormir. Proteja as portas e janelas para evitar que seu pequeno tente abri-las. Para evitar sonambulismo, você pode identificar o momento em que ocorre normalmente e acordar seu filho 15 ou 30 minutos antes e depois voltar a dormir.
  • Falar enquanto dorme: Normalmente, este distúrbio consiste em seu bebê acordar à noite e balbuciar por alguns segundos e depois voltar a dormir. Raramente ouvirá qualquer palavra claramente, pois seu pequen@ não está ciente do que ele está dizendo. Se este distúrbio for muito repetitivo, você pode reduzi-lo seguindo o mesmo conselho para combater o sonambulismo e o terror noturno.
  • Agitação noturna: É semelhante ao terror noturno com a diferença de que este distúrbio é menos intenso, pois é caracterizado por acordar no meio da noite confuso e dizer palavras sem sentido. Em alguns casos, ele pode não a reconhecer. As medidas a serem tomadas em relação a este distúrbio são semelhantes às observadas acima.

Trastornos del sueño y pesadillas en los bebés

Em que casos devo chamar o médico?

Em qualquer um destes casos, recomenda-se consultar um médico, no entanto existem sintomas que exigem um ponto de vista muito mais especializado:

  • Se o seu pequen@ tiver problemas para se levantar de manhã;
  • Se ficar com sono ou de mau humor durante o dia;
  • Se tiver problemas comportamentais ou de aprendizagem.

Você deve estar atenta a como seu pequenin@ dorme, porque, além de ajudá-lo a ter um desenvolvimento melhor, você pode evitar problemas de sono que também podem afetá-lo. Fique atenta, siga estas dicas e as instruções do médico ao pé da letra.