Riscos e tratamento da diabetes gestacional

O que é diabetes-gestacao gestacao?

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Quarta-feira 20 Maio, 2020 // #cuidados, #gestacao, #bebe

Durante a gravidez aumenta a quantidade de açúcar no sangue, para satisfazer as necessidades do bebê, mas se esse açúcar não consegue se transformar em energia, surge à diabetes gestacional e o seu diagnóstico deve ser realizado a tempo. Leia este artigo para que conheça os sintomas e como tratá-los. 

Causas da diabetes gestacional

Durante esses nove meses o açúcar que está presente no seu sangue aumenta, para satisfazer as demandas nutricionais do seu bebê. Como consequência disto o seu corpo produz mais insulina, que é um hormônio que ajuda a transformar o açúcar nas energias que o seu corpo precisa.

Contudo, há gestações nas quais a produção de insulina adicional não acontece. Quando o corpo não produz suficiente deste hormônio ou não o utiliza da forma correta, ocorre a denomina diabetes, a qual produz uma concentração de açúcar muito alta no seu sangue.

Diabetes gestacional diagnóstico

Esta diabetes, que só aparece durante a gravidez, se chama gestacional e, geralmente, desaparece logo depois desta. Pode ser produzida quando algum dos hormônios gerados durante a gravidez interfere na utilização da insulina por parte do corpo.

Na maioria dos casos, ocorre durante a segunda metade da gravidez, para quando a maioria dos órgãos do bebê já estão formados, razão pela qual não costumam apresentar sérios riscos para a sua saúde.

Entretanto, se o seu corpo passa muita glucose através da placenta, faz que o bebê aumente de peso mais do que o necessário, o que pode complicar o parto ou provocar um parto prematuro. O fato de ter tido diabetes gestacional, produz maiores probabilidades de voltar a tê-la em futuras gestações.

Sintomas da diabetes gestacional

Os sintomas mais frequentes de diabetes são: mais fome e sede, vontade de urinar frequentemente, infecções vaginais e um aumento na pressão arterial. Porém, muitas vezes, estes sintomas não são muito notórios, por isso que a forma mais segura de detectá-la é através das suas consultas pré-natais. Nelas os seus níveis de açúcar serão controlados através de exames de urina e sangue.

A diabetes gestacional cuidada ocasiona poucos problemas e, muitas vezes, é possível controlá-la através de uma dieta saudável e de exercícios, sem a necessidade de medicamentos. Geralmente, o tratamento se limita a uma dieta restritiva em quanto ao consumo de carboidratos, ainda que em alguns casos, o obstetra indicará injeções de insulina.

Fatores que indicam um maior risco de contrair diabetes gestacional:

  • Ser maior de 35 anos
  • Uma história familiar de diabetes
  • Já ter tido diabetes gestacional ou origens asiáticas ou afro-caribenhas

Na atualidade, é muito possível ter uma gravidez e um bebê saudável se são tomados os cuidados necessários. A melhor forma de proteger o seu bebê e você, é indo com frequência ao médico, uma dieta saudável e exercícios na gravidez.