Como engravidar de trigêmeos

Entenda por quê a ciência influencia na onda crescente de ocorrência da gestação múltipla

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Sábado 4 Janeiro, 2020 // #gestacao

O nascimento de trigêmeos, quadrigêmeos e outros nascimentos múltiplos quadruplicou devido ao desenvolvimento de tecnologias reprodutivas que estimulam a produção de óvulos e à implantação no útero materno de vários embriões fecundados in vitro.

A incidência dos tratamentos de fertilização assistida no aumento das gestações múltiplas é altíssima. Nos últimos anos se tornou relativamente frequente a notícia de nascimentos de quíntuplos, sêxtuplos e, inclusive, sétuplos, algo inimaginável há 30 anos atrás.

Como os avanços tecnológicos influenciam nas gestações múltiplas?

Segundo dados do Centro para o Controle e a Prevenção de Doenças, em 1999 ocorreu uma redução pela primeira vez em 10 anos no número de partos triplos, quádruplos e outros tipos de partos múltiplos, basicamente como resultado do aperfeiçoamento das tecnologias reprodutivas que na atualidade têm mais em conta o controle médico nas transferências de embriões para o útero.

Entretanto, a quantidade de partos de gêmeos continua em aumento. De acordo com o Centro Nacional para a Estatística da Saúde dos Estados Unidos (National Center for Health Statistics), a taxa de nascimentos de gêmeos aumentou em 59% desde 1980. No presente, de cada 1000 bebês que nascem 3,1 são gêmeos.

Avanços tecnológicos para gestações múltiplas

Estes são alguns dos avanços que favoreceram o aumento da taxa de nascimentos múltiplos:

  • Medicamentos que estimulam a ovulação e a fertilidade, como o citrato de clomifeno e o hormônio folículo estimulante (FSH) que favorecem a produção de óvulos que, se são fecundados, podem resultar em gravidez múltipla.
  • Os métodos de fecundação assistida como a fertilização in vitro (FIV) usam normalmente medicamentos que estimulam a produção de óvulos que depois de serem fecundados são transferidos ao útero para o seu desenvolvimento. Agora, a medicina considera que é indispensável o controle nas transferências de embriões ao útero, para que as mulheres tenham menos bebês e para que sejam mais saudáveis.
  • Pílulas anticoncepcionais, quando a mulher fica grávida no mês seguinte ao da suspensão das pílulas anticoncepcionais que inibem a ovulação aumentam as possibilidades de que ocorra uma gravidez múltipla.