Efeitos da gripe na gravidez

cuidados e prevenção na gravidez

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Quarta-feira 20 Maio, 2020 // #gravidez, #cuidados, #bebe

Os médicos advertem que é indispensável a vacinação nos grupos de risco, mesmo que já tenha começado o inverno. Uma gripe na gravidez pode afetar a mãe e o bebê, por isso é necessário ter alguns cuidados especiais em como tratá-la e como preveni-la.

  • As grávidas, qualquer que seja a idade gestacional, já que a vacina é segura e eficaz.
  • As puérperas, para proteger o recém-nascido.

Informação chave para prevenir a gripe na gravidez

Averigue no seu posto de saúde quando inicia a campanha de vacinação ou se há possibilidade de receber a vacina trivalente, que protege contra o vírus H1N1 e contra outros dois tipos de vírus da gripe.


Vacinação para a gripe na gravidez

No caso das grávidas, a vacinação constitui um benefício duplo, já que implica proteção tanto para a mãe como para o bebê, a partir da transferência de anticorpos da mãe para o feto. Isto adquire maior relevância se considerado que os bebês não podem receber vacinas até os 6 meses.

É importante destacar que a gripe pode ser mais complicada em grávidas com outras doenças base ou anteriores como infecções respiratórias, diabetes ou hipertensão. Neste grupo de risco a vacinação é fundamental.


Consulte quais são as vacinas necessárias para o seu bebê, de acordo com a sua idade gestacional.