Os movimentos são mais frequentes na 28ª semana de gravidez

A 28ª Semana de gestação: o que acontece com o seu corpo

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Quarta-feira 20 Maio, 2020 // #gestacao, #gravidez, #desenvolvimento, #bebe, #estagios

Na 28ª semana de gravidez aumenta o incomodo causado pelo excesso de peso. Algumas mamães tentam se confortar lembrando-se dos mal-estares do primeiro trimestre de gravidez, talvez seja um alívio pensar que ao menos os enjoos foram embora, talvez não.

De um modo ou de outro, descanse, alimente-se bem, e atenda as aulas do curso pré-parto, e tire proveito delas, lembre-se a sua hora está chegando.


28ª semana de gravidez: o que acontece com o seu corpo

  • Nesta fase da gestação o útero encontra-se de 6 a 7cm acima do umbigo;
  • O mau-humor se deve aos hormônios (estrógeno e progesterona) que circulam a todo o vapor;
  • Você tem sensações desagradáveis devido ao crescimento dos músculos abdominais;
  • As contrações de Braxton Hicks são agora uma realidade diária, e este é um sinal de que tudo está dentro do esperado. Lembre-se que as contrações antecedem as contrações do trabalho de parto;
  • Tente não ficar muito tempo em pé e durma o máximo que puder com as pernas pro alto, já que nesta etapa as pernas começam a inchar.

    28ª semana de gravidez: o que acontece com o seu bebê
  • O seu pequeno mede agora aproximadamente 33cm e pesa em torno de 1300 gramas;
  • Alguns fetos chupam os seus dedões antes do parto;
  • Durante esta semana, o cérebro adquire aparência enrugada, devido ao seu rápido crescimento. As rugas se chamam circunvoluções, são normais e aumentam a área do seu cérebro;
  • A maioria da lanugem desapareceu e pode ser que o seu bebê já tenha cabelo;
  • O seu coração bate a uns 140 batimentos por minuto;
  • Os seus períodos de vigília são mais prolongados respondendo com movimentos contundentes a estímulos externos.

Vale lembrar que a evolução de crescimento do bebê varia principalmente considerando os fatores genéticos, recomendamos que você se atente para a semana anterior e posterior à semana que você se encontra no presente momento, e, lembre-se o acompanhamento pré-natal com o obstetra é de extrema importância para saúde de mamãe e bebê.