Escolha o tipo de parto durante a 32ª semana de gravidez

A 32ª Semana de gestação: tudo sobre 8º mês de gestação

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Quarta-feira 20 Maio, 2020 // #gestacao, #estagios, #bebe, #gravidez, #desenvolvimento

Na 32ª semana de gravidez você em parceria com o seu obstetra decidirão as melhores opções de parto. Isto dependerá, em parte, da posição na qual o bebê estiver. 

Neste período a maioria dos bebês estão em posição cefálica ou de ponta-cabeça, a explicação dos especialistas para a predominância da posição cefálica está relacionada ao formato do útero, conforme o espaço diminui, os bebês procuram se acomodar ao espaço, e portanto, deixam os membros superiores para cima, e a cabeça para baixo. Existem duas possibilidades na hora de dar à luz.


Tipos de parto na 32ª semana de gravidez:

  • Cesariana: é realizada mediante um corte no abdômen (barriga) e no útero.
  • Parto normal: é a forma tradicional de nascimento, o processo de dilatação e expulsão do bebê ocorre de forma 100% natural;

O parto normal pode ocorrer no hospital ou em casa, a segunda opção é a escolhida por mulheres que acreditam que a sua casa é mais segura e especial que uma sala de cirurgia hospitalar, hoje, o que se vê é o aumento da procura por partos domiciliares resultado do fenômeno da humanização e do resgate do protagonismo da mulher na concepção.

Assegure-se de ter um hospital por perto em caso seja necessário.


32ª semana de gravidez: os sinais do corpo

  • Presença de corrimento vaginal branco denominado (leucorreia) devido à ação dos hormônios;
  • O diafragma — músculo que separa o abdômen do tórax — está sendo pressionado pelo seu útero, dificultando a respiração;
  • Não esquecer da postura correta ao sentar-se e lembre-se de dormir com um travesseiro debaixo das pernas;
  • Recomenda-se dormir sobre o lado esquerdo pois beneficia a drenagem linfática;
  • Não se assuste: lembre-se que o inchaço (edema) dos pés é normal no final da gestação.

32ª semana de gravidez: o desenvolvimento do bebê

  • O seu bebê mede agora uns 40 cm e pesa perto de 2200g;
  • O seu cabelo e unhas são visíveis;
  • A reatividade aos estímulos aumenta consideravelmente;
  • O bebê nascido nesta semana tem grandes possibilidades de sobreviver;
  • Estrutura pulmonar em perfeitas condições; a produção de surfactante pulmonar ainda é tímida;

Vale lembrar que a evolução de crescimento do bebê varia principalmente considerando os fatores genéticos, recomendamos que você se atente para a semana anterior e posterior à semana que você se encontra atualmente, e, lembre-se o acompanhamento pré-natal com o obstetra é de extrema importância para saúde de mamãe e bebê.