O que é feito na área de pediatria

Como escolher o melhor pediatra?

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Quarta-feira 7 Outubro, 2020 // #desenvolvimento, #saude, #crianca, #cuidados

Você já escolheu o seu médico, já escolheu o hospital, o que falta? O pediatra! Pois este tem um papel fundamental no desenvolvimento do seu filho uma vez que ele já estiver em seus braços. Pode parecer precipitado, mas planejar a escolha do pediatra com antecedência, pode significar a escolha do médico perfeito para acompanhar você no cuidado do seu bebê durante vários anos, portanto todos os esforços valerão a pena.

Vamos iniciar explanando sobre a melhor hora de iniciar este processo. O aconselhável é começar a procurar opções pelo menos três meses antes de conceber. Você pode pedir ao seu médico que lhe dê as suas recomendações, além de recorrer às recomendações de familiares e amigos próximos. Assim, você terá uma lista de opções para dar início a busca.

Uma vez que você tiver uma lista de possíveis candidatos, é o momento certo de entrevistá-los. Para isto, não é exagero contar com um guia de perguntas que pode ser de grande valia lá na frente, vamos lá:

  1. A qual faculdade de medicina você foi? Onde você estudou a pós-graduação e a residência?
  2. Quais os cargos hospitalares do médico? Em caso de internação, onde faria?
  3. O consultório do pediatra é bem localizado? É de fácil acesso de carro ou transporte público?
  4. Os horários disponíveis para consultas são compatíveis com os seus horários pessoais?
  5. Qual é a política do médico sobre receber ligações telefônicas? Há uma ajudante para responder as perguntas de rotina?
  6. O médico divide o consultório com outros médicos? Há outro médico que o substitua caso precise se ausentar? Quem se responsabiliza pelas ligações telefônicas quando o consultório está fechado ou durante as férias?
  7. Como são feitas as visitas por doenças agudas? É possível programar uma consulta com pouca antecedência se o seu filho precisar ir ao pediatra devido a uma dor de garganta ou a uma possível infecção no ouvido, por exemplo?
  8. O médico se expressa de maneira clara para explicar as doenças e os tratamentos? Ele se esforça por responder todas as suas dúvidas?
  9. Quais são os valores habituais cobrados para as visitas por doença, os exames de rotina e as vacinas? Qual é a política do consultório sobre o processamento de formulários de seguro?
  10. Por quais planos de saúde o médico atende?
  11. Se o seu filho chegasse a desenvolver uma doença complexa que exigisse o atendimento por um ou mais especialistas, o pediatra coordena o atendimento entre todos os médicos que oferecem o tratamento?

Estas perguntas ajudarão você a ter um panorama geral dos possíveis pediatras do seu pequeno, entretanto, há certos requisitos que o médico que acompanhar o seu filho deve cumprir e entre eles estão:

O tratamento

A forma com que os pediatras têm para se aproximar das crianças é simples. Muitas vezes se estabelece um vínculo de confiança mais intenso entre eles, outras não.

A disponibilidade

Um médico que viaja durante o final de semana, sabe que não pode desligar completamente o seu celular, ele precisa estar disponível para atender a uma emergência, independente do horário, seja ela passível de ser resolvida a distância ou tendo que se deslocar de volta à cidade do ofício.

Horários

É importante que você tenha conhecimento dos outros lugares que o médico atenda. Os médicos são profissionais muito ocupados que atendem em locais distintos, fazem plantão em hospitais e, logo saem para fazer cursos de atualização que os obriga a permanecer fora da cidade por dias a fio.

Atenção personalizada

Outro ponto importante que você precisa saber, é se o médico estará disponível para o atendimento presencial sempre que necessário, ou se deixará um assistente ou médicos residentes para que atendam as ligações e, inclusive, na sua ausência, que atendam o seu filho e façam o diagnóstico do paciente no seu lugar.

Honorários

É importante ter conhecimento se os valores das tarifas mensais sofrerão ajustes ao longo dos anos, caso positivo, você ainda precisa calcular se o valor está dentro do seu orçamento mensal.

A distância

Você precisa ter em mente que se deslocar até o consultório significa que você deva atravessar toda a cidade e chegar em duas horas, não é um médico para você.

A empatia

Deve existir uma boa sintonia entre pais e o pediatra. A comunicação precisa fluir naturalmente para que pais e profissionais tracem juntos o melhor caminho para a saúde e bem-estar bebê. É necessário ter confiança, liberdade para poder se abrir para o profissional sem medo de julgamentos.

A experiência

O médico deve mostrar que conta com a experiência necessária para poder atender o seu filho, caso seja necessário um atendimento especializado ele poderá recomendar um médico de confiança.

A carteirinha de vacinação

Uma vez que você escolhe o profissional que será o seu pediatra do seu filho, vocês decidirão juntos local, data e doses para vacinação do bebê.

A ablactação

O seu pediatra deverá monitorar a alimentação do seu bebê para poder detectar e tratar qualquer alergia que pode surgir no caminho.

O consultório

A limpeza aparece como requisito indispensável neste terreno assim como uma série de brinquedos e objetos que chamarão a atenção do seu filho e que possam entretê-lo enquanto espera a sua vez. Convém localizar onde está o banheiro e se tem um espaço para trocar a fralda do seu pequeno.

Disponibilidade

Verifique os horários de atendimento, é muito importante saber quais são as suas políticas sobre isto, já que você pode precisar de um atendimento em qualquer momento.

O seu processo de seleção deve considerar todos estes pontos e, com eles fazer uma lista individual para cada um dos candidatos. Desta maneira, será muito mais fácil escolher o pediatra ideal.

Lembre-se que não é uma decisão para ser tomada com pressa, pois o pediatra é o médico ao qual você recorrerá em qualquer situação; perguntas frequentes, preocupação com a saúde do seu pequeno, dúvidas sobre a medicação, e claro, você quer o melhor pro seu bebê sempre.