Que é uma parteira e suas funções

parto em casa

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Quarta-feira 20 Maio, 2020 // #parto, #bebe, #cuidados

A parteira representa a figura feminina com experiência que vem oferecer calma e sabedoria para a futura mãe. No parto natural e no parto em casa, a parteira tem um lugar muito especial, já que justamente pode ser definida como aquela pessoa habilitada para o atendimento de gestações, partos e puerpérios normais.

A relação da mãe e da parteira

Quando a mãe decide, junto com a sua família, que o parto será na sua casa, a relação com a parteira vai se estabelecendo desde os primeiros meses da gravidez, com esta premissa: conhecer-se para, juntas, ir definindo o que a mulher grávida considera um parto ideal. A relação se estreita nas últimas semanas, nas quais são transmitidos os detalhes do que será o trabalho de parto.


Trabalho de parto com uma parteira

Quando a futura mãe sentir as primeiras contrações deve se comunicar com a parteira, que chegará à casa uma vez que a mulher sinta que chegou a hora de contar com a sua companhia. Sem dúvida, quando o trabalho prévio já começou.

A parteira se mantém em constante comunicação com o obstetra, para mantê-lo informado de quando a sua presença será necessária na casa. No momento em que começam as primeiras dores fortes, será a parteira que lembrará a mãe qual era o seu plano ideal, quais eram os seus sonhos para este momento, quais eram os passos combinados em relação à respiração, relaxamento e atitude. Logo, ajudará a explorar as ferramentas para poder fazê-lo possível.

Para que um parto em casa cumpra com as condições ideais, a parteira escolhida deve ter o dom da sensibilidade, da empatia e a abertura suficientes, para entender que cada parto e cada mulher são diferentes.

O sucesso desta mulher depende, sobretudo, da sua habilidade para pôr os seus próprios recursos à favor de um parto saudável.