Mamãe estimulando a fala do seu bebê

Como estimulacao o desenvolvimento da falar do seu bebê?

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Quarta-feira 25 Março, 2020 // #estimulacao, #estagios, #desenvolvimento, #bebe

Por volta dos 3 anos, algumas crianças são capazes de conversar utilizando orações completas e ricas em vocabulário, enquanto outras apenas começam a fazer combinações de palavras. Esta diferença tem a ver principalmente com que cada criança se desenvolve no seu ritmo, mas também com o seu entorno, já que alguns estudos demonstram que estimular e ensinar ao seu filho como usar a linguagem durante toda a sua infância o ajudará a adquirir uma maior capacidade verbal.

De acordo com Noam Chomsky, reconhecido linguista, as crianças estão programadas para aprender a linguagem de maneira inata. Ou seja, quando a criança escuta pessoas falando ao seu redor, aprende de maneira automática e aos poucos começa a usar a linguagem. Assim que levando isto em conta, a melhor maneira de impulsionar o desenvolvimento da sua linguagem oral é cantando para ela, escutá-la com atenção quando quiser se comunicar, explicar-lhe coisas, fazer perguntas para ela e, responder as perguntas que ela fizer para você.

Cada criança carrega seu próprio ritmo

Aqui damos alguns conselhos para você conversar com o seu bebê e estimular as suas habilidades para falar:

Use frases curtas e simples

Isto permite que o seu filho entenda com mais facilidade e dá para ele algo que pode imitar.

Repita as palavras

A linguagem repetitiva dá para o seu filho a oportunidade de escutar e logo praticar.

Use novas palavras

Acrescente palavras ao que o seu filho diz. Isto permitirá à criança a aprender novas palavras e entender como se juntam.

Faça perguntas e dê opções para ele

Ao fazer perguntas para o seu filho, dê para ele uma seleção de possíveis respostas. Com isto aumentará a probabilidade de sucesso na comunicação e aplique a linguagem repetitiva ao mesmo tempo.

Lembre-se que as crianças desenvolvem habilidades linguísticas em diferentes ritmos e há fonemas que são muito difíceis para os pequenos, como aqueles que incluem as letras “r”, “rr”, “x”, “cr”. Se com o passar dos anos você detectar que para o seu filho ainda é difícil pronunciá-los, consulte o seu pediatra, ele é o mais indicado para dizer se o seu filho precisa de ajuda de um especialista para desenvolver melhor a sua linguagem.