O bebê range os dentes

Seu bebê range os dentes? Descubra por quê.

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Quinta-feira 1 Outubro, 2020 // #saude, #estagios, #dicas

O SEU BEBÊ RANGE OS DENTES? DESCUBRA PORQUÊ.

Quando começam a nascer os primeiros dentes de leite do seu bebê, ele pode começar a rangê-los, isto é conhecido como bruxismo. Portanto, é muito importante que você esteja familiarizada com esta condição para que saiba o que fazer se seu pequen@ apresentar algum sinal.

O bruxismo ocorre por causa da contração repetitiva e violenta dos músculos da mastigação sem finalidade funcional, ou seja, comer, levando ao ranger dos dentes e, consequentemente, ao seu desgaste. Além disto, este distúrbio pode ocasionar dores de cabeça, pescoço, orelha e mandíbula.

Existem dois tipos:

  • Central: consiste em apertar os dentes com força e geralmente ocorre tanto durante o dia quanto à noite;
  • Excêntrico: envolve esfregar ou triturar os dentes e geralmente ocorre apenas à noite, o qual as crianças não estão cientes do problema.

Entre as causas estão as de origem psicológica: as alterações que podem causar tensão ou estresse, como hiperatividade ou ansiedade; e as de origem física: o aparecimento de novos dentes, uma posição ruim deles ou mesmo também pode estar associada à presença de parasitas intestinais, em virtude do desconforto que provocam à noite.

 

Por qué el bebé rechina los dientes

Na maioria dos casos, o bruxismo desaparece espontaneamente com o aparecimento de dentes definitivos, no entanto existem fatores psicológicos e físicos que podem estender este distúrbio mesmo quando seu bebê já tem seus dentes permanentes, nesse caso ou se a dor na cabeça, orelhas e mandíbula se intensificam, exigirá tratamento.

O tratamento envolve a colocação de uma plaqueta de plástico que reveste os dentes superiores para que eles não se desgastem se forem espremidos ou rangidos. Se o bruxismo não desaparecer em consequência de uma mordida ruim, será necessário realizar tratamento ortodôntico.

Como na maioria das condições, a detecção precoce é de suma importância para evitar complicações. Com isto em mente, preste atenção aos sinais e sintomas do seu bebê, sempre mantendo-se informada com seu pediatra.