Higiene da genitália feminina

Higiene feminina na gestação

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Quarta-feira 20 Maio, 2020 // #higiene, #saude, #cuidados

Sabonete em barra:

Os sabonetes em barra são os mais utilizados na higiene feminina em geral, seja por tradição ou pelo seu preço. Apesar da sua popularidade, facilidade de uso e preços mais acessíveis, o uso diário nos genitais femininos pode trazer consequências indesejadas, já que pela sua composição e pH alcalino, podem promover o ressecamento e a diminuição da pele da vulva. Além disso, outro fator negativo radica na maior probabilidade do uso compartilhado, o que aumenta o risco de contaminação, porque podem passar as bactérias de uma pessoa para outra.

Sabonetes líquidos íntimos:

Vários sabonetes líquidos íntimos são produtos à base de ácido láctico, um componente natural da pele. O seu principal atributo é manter o pH o mais próximo do ideal para o desenvolvimento e manutenção das células da pele, por isso que é o mais indicado para usar durante a gravidez e o pós-parto, mas não são recomendados para tratar infecções ou inflamações genitais.


“Syndets”:

Também chamados detergentes sintéticos, dermatológicos ou sabonetes sem sabão. Têm pH neutro ou ligeiramente ácido, efeito detergente, fazem espuma e podem se apresentar em formas sólidas ou líquidas, o que faz que o seu uso seja agradável. Estes sabonetes são preparados predominantemente a partir de substâncias sintéticas (não orgânicas).

Gel:

É composto de uma fase aquosa (95% de água ou álcool) com pouca ou nenhuma quantidade de lipídios. Tem agentes tensoativos suaves, que fazem espuma com a massagem e conferem poder adstringente e, o seu uso é muito agradável, porque produz uma sensação de frescor.

Águas de limpeza:

São utilizadas preferentemente para limpar os outros produtos e loções de limpeza ou para a higienização dos trocadores. Contêm detergentes, agentes umectantes e amaciantes, normalmente. São usadas em peles frágeis, reativas ou atópicas e, normalmente, são aplicadas com algodão.


Lenços umedecidos:

Tem base celulósica molhados em detergentes suaves e com adição de produtos amaciantes, fragrâncias e outros elementos. Têm pH entre 5 e 6 e são úteis em algumas situações (higiene fora de casa, banheiros públicos, etc.). O seu uso não deve ser excessivo, já que se corre o risco de retirar a cama lipídica da pele. A sua aplicação deve ser muito suave e não agressiva. Também podem ser sensibilizantes, pelas substâncias que contêm.