Movimentos na 26ª semana de gravidez

Conheça seu corpo na 26ª semana de gestação

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Quarta-feira 7 Outubro, 2020 // #gravidez, #emocoes, #bebe

Na 26ª semana você está entrando no seu sexto mês de gravidez e, provavelmente, tem controles pré-natais mensais ao longo do seu segundo trimestre. Com certeza, estes controles continuem em intervalos mensais até a semana 30-32, logo serão quinzenais até a 36ª semana e, finalmente, deverão ser a cada semana até que chegue a data do parto. Se você tiver uma gravidez de alto risco ou está tendo complicações, terá que ir a controles com mais frequência.


É hora de mostrar a barriga

Acostumar-se a deixar o seu ventre a mostra cada vez que tem uma consulta, pode tomar tempo, especialmente se você tiver tido uma experiência limitada com os controles físicos. A maioria dos médicos é consciente da necessidade de respeitar a privacidade das suas pacientes e, se você se sente incômoda ou não se sente bem, diga ao seu médico. Você e o seu bebê são pacientes, com direitos e responsabilidades. Você é a sua maior defensora e deve se sentir cômoda e segura com a atenção médica.

As suas mudanças físicas desta semana

  • Com cada semana que passa a sua barriga é cada vez maior e, agora, é provável que você tenha problemas para ver os seus joelhos quando está de pé. Algumas mulheres acham que o seu corpo muda de forma impressionante e é pouco atrativo, outras o veem como o que é. A gravidez é algo biológico, como se sente uma mãe perto de tudo não faz muita diferença diante das mudanças do seu corpo. Toda mudança durante a gravidez tem uma razão.
  • O volume total de sangue aumentou perto de 25% desde o início da sua gravidez e só alcançará o seu máximo próximo da 35ª semana. Todo este sangue extra faz com que os seus dedos e tornozelos se inchem no final do dia.
  • As contrações de Braxton Hicks desta semana estão fazendo que o seu útero se tencione em intervalos irregulares. Não se preocupe, a não ser que se tornem dolorosas e regulares ou comece a ter dor nas costas. Você perceberá que são comuns depois de se agachar, estar de pé, depois de ter relações sexuais ou depois de subir escadas.
  • Infelizmente, esta semana trará mais mudanças intestinais. A prisão de ventre, sua velha amiga, continua e você pode sentir que está ficando mais tempo no banheiro do que realmente gostaria. Lembre-se de beber muita água, de comer muitos alimentos ricos em fibra e tentar fazer exercício a diário. Os alimentos processados não ajudarão você a evitar a prisão de ventre, mas sim os cereais integrais.
  • De agora em diante, levante-se com calma. Muitas mulheres grávidas experimentam hipotensão postural pronunciada (diminuição da pressão arterial) quando passam de estar sentadas ou deitadas a estar de pé. Quando for se levantar da cama, sente-se na beirada por um minuto ou dois e, em seguida, se levante. Se você se sentir tonta ou como se fosse desmaiar, ponha a cabeça entre as pernas e chame alguém para que fique com você. Se não for possível, então sente-se no chão até que se sinta bem outra vez. Não será a primeira mulher grávida a fazer isto nem a última.

As mudanças emocionais desta semana

  • Provavelmente, você já tem uma opinião sobre se gosta ou não de estar grávida. A maioria das mulheres se balança entre os dois lados, ainda que quando chegam ao parto, já terá sido suficiente. A forma em que sente a sua gravidez terá um efeito sobre quão longas pareçam as semanas restantes.
  • Se você já teve filhos antes, pode sentir uma sensação de estar traindo-os. A introdução de um novo bebê na família muda a dinâmica e os padrões estabelecidos na vida familiar. Tente lembrar-se que, ainda que não pareça, dar ao seu filho um irmão é um dos melhores presentes que você pode oferecer.
  • Comece a pensar sobre as opções de creche para os seus filhos, para quando tiver que ir à clínica. Ter um plano ajudará você a aliviar a ansiedade em relação ao seu cuidado e a liberará mentalmente para se concentrar em ter um novo bebê. Tenha um plano de apoio caso o Plano A não saia como pensado.

As mudanças do seu bebê esta semana

  • O seu bebê pesa aproximadamente 900 gramas, um pouco menos de 1 quilograma. Ainda é muito pequeno e, embora estique os seus braços e pernas para fora, ainda passa muito tempo encolhido, com as suas pernas e pés flexionados.
  • Os olhos do seu bebê começam a se abrir e as suas pálpebras já não estão unidas. Ele aprenderá a abrir e fechar os seus olhos e praticará durante os meses restantes da sua gravidez. Muitos pais se surpreendem pelo olhar do seu bebê quando nasce, já que alguns bebês parecem não piscar em absoluto e só olham os rostos dos seus pais. Assegure-se de ter a câmera pronta para este momento tão especial.
  • O seu bebê se mexerá muito desde agora até a semana 30, já que o líquido amniótico não é produzido na mesma quantidade que há umas semanas. Devido a seu bebê ser maior e ter menos líquido para amortecer os seus movimentos, será mais consciente dos chutes e dos alongamentos.
  • O seu bebê está crescendo e gerando mais gordura. Isto servirá como um meio eficaz de isolamento quando nascer. O peso médio de um bebê ao nascer é de aproximadamente 3,5 quilogramas de acordo com a gravidez, a genética e o DNA individual, que são os principais fatores que incidem no seu tamanho.
  • O seu bebê está tendo períodos regulares de descanso e atividade, tornando seus padrões de movimento são cada vez mais familiares para você. Algumas mulheres grávidas observam que o seu bebê está o suficientemente ativo durante a noite, como para acordá-las de um sono profundo. Depois de um lanchinho doce, o som da voz do seu companheiro ou um barulho repentino, podem aumentar os movimentos.

Sugestões da semana

  • Se você estiver planejando pedir emprestados os móveis para o seu bebê, comece a organizar isto agora. Repintar e preparar móveis usados pode tomar mais tempo do que você imagina. Não deixe isto para as últimas semanas, quando a sua energia pode estar baixa e prefira descansar.
  • Consulte o seu médico se precisa revisar o seu nível de hemoglobina no seu próximo exame pré-natal. A anemia por deficiência de ferro é comum na gravidez, quando a demanda de glóbulos vermelhos está no seu máximo. Assegure-se de que você está comendo muitos alimentos ricos em ferro, como carnes vermelhas, ovos, cereal de boa qualidade e verdura de folha verde como os brócolis. Se a sua contagem de ferro é muito baixa, pode ser que tenha que começar a tomar suplementos. Entretanto, estes podem causar prisão de ventre.