Errar é comum para novas mamães

Descubra por que estar errado faz parte de ser mãe.

Kimberly Clark Brand Mais Abraços // Sexta-feira 4 Setembro, 2020 // #maternidade, #emocoes, #dicas

DESCUBRA POR QUE ERRAR FAZ PARTE DE SER MÃE

A chegada do seu bebê vai trazer muita pressão para dar ao seu recém-nascido muito amor e os melhores cuidados, porém o nervosismo ou simplesmente pouca experiência fará com que cometer erros em algumas ocasiões seja completamente normal. A chave é aprender com eles e por isto compartilhamos com vocês alguns dos erros mais comuns cometidos por novas mamães.

 

Equivocarse es normal

    1. Preocupar-se ou entrar em pânico com qualquer coisa: Este é o mais comum de todos. Acontece desencadeado literalmente por qualquer coisa, desde o choro do seu bebê até a apenas ver que ele já dormiu muito. Fique tranquila: a melhor forma de combater este erro é manter-se informada com seu médico.
    2. Enlouquecer porque você não sabe por que seu bebê chora tanto: Chorar faz parte de ser um bebê, então você não precisa pensar que toda vez que ele chora é porque algo ruim aconteceu com ele. Aos poucos, você o conhecerá e identificará o que o motiva a chorar.
    3. Subestimar a febre que seu bebê pode ter: Muitos pais acham que 38º de temperatura em seu bebê é totalmente normal, mas, se um bebê de 3 meses tem 38º ou mais, é uma emergência. Portanto, fique de olho na sua temperatura e em comunicação constante com seu médico.
    4. Não alimentar seu bebê o suficiente: O melhor guia para saber quando alimentar seu bebê é quando ele pede, pois fisiologicamente ele vai exigir o que seu corpo precisa.
    5. Negligenciar a saúde bucal de seu bebê: Os cuidados bucais de seu bebê são muito importantes. Não se esqueça de limpar delicadamente suas gengivas com um pano úmido após cada mamada.
    6. Monopolizar as responsabilidades: Você pode chegar a pensar que seu parceiro não sabe como cuidar do seu bebê da melhor maneira, o que pode afastá-lo dessa grande experiência. Dê a ele a oportunidade de fazer parte dessa fase e seja paciente.
    7. Ignorar o seu parceiro: Sim, agora tudo vai girar em torno do seu filh@, mas não se esqueça de ter um minuto a dois. É muito importante que vocês fiquem juntos e fortaleçam seu vínculo. Esta também é uma forma de cuidar do seu bebê.
    8. Discutir na frente do seu bebê: O cérebro do seu filho é como uma esponja e absorve tudo o que acontece ao seu redor. Por isto, evite brigas ou gritos na frente dele.
    9. Falar com o seu bebê como se você fosse um bebê: Às vezes o afeto nos conquista e tentamos imitar os sons que nosso bebê faz, o que pode ser contraproducente, porque muitas vezes ele está tentando comunicar-se. O que você deve fazer é responder a ele com frases claras acompanhadas de expressões faciais para impulsionar o desenvolvimento da linguagem.
    10. Importar-se com o que as pessoas dizem: Como todos já devem saber, da noite para o dia, todos se tornarão especialistas em cuidados com o bebê e, por isto, vão querer lhe dar milhares de dicas. Ouça com atenção e sempre dê prioridade ao que o médico fala.

Cada mãe é diferente, mas nenhuma é perfeita e não há nada de errado com isso. A beleza desse estágio é que ele é sinônimo de descoberta, então aproveite cada passo que você der com seu recém-nascido. Ambos estão crescendo, o que também significa cometer erros. Fique atenta, siga as recomendações do seu médico e, se tiver alguma dúvida, vá sempre aos especialistas.